Especialistas em arquitetura polar estão construindo habitat experimental de Marte

ANÚNCIO

Tendo sido responsável por projetar a Estação de Pesquisa Antártica da Grã-Bretanha, além de muitas outras bases polares, Hugh Broughton Architects certamente sabe uma coisa ou duas sobre como manter humanos vivos em condições adversas.

 A empresa está usando essa experiência para imaginar o que seria necessário para abrigar humanos em Marte com um novo projeto habitacional experimental.

ANÚNCIO

O projeto é denominado Building a Martian House e está sendo construído em Bristol, Inglaterra, com docas locais representando a paisagem marciana. É liderado pelos artistas locais Ella Good e Nikki Kent, em parceria com Hugh Broughton Architects e Pearce +, e é financiado pelo Edward Marshall Trust. 

A ideia geral por trás disso é explorar ideias sobre como poderíamos eventualmente viver em Marte.

Especialistas em arquitetura polar estão construindo habitat experimental de Marte
Foto: (reprodução/ internet)

A habitação terá um total de 40 m2 (430 pés quadrados), que se distribuirá por dois pisos. O nível inferior é imaginado como sendo enterrado abaixo da superfície marciana e conterá espaços flexíveis que podem ser usados ​​como quartos, ou uma sala de jantar, ou até mesmo uma sala de realidade virtual para tentar evitar o tédio.

ANÚNCIO

Em outro lugar, haveria um banheiro e uma cozinha, além de áreas para apoiar uma sala de cultivo hidropônico e filtragem de ar. O nível superior consistirá em algum tipo de folha revestida de ouro, escolhida porque seria leve para transportar para Marte, que seria inflado e preenchido com solo marciano.

O nível superior é projetado para ficar na paisagem marciana e é formado por uma folha revestida de ouro inflável pressurizada, tornando-o leve o suficiente para ser transportado para Marte”, diz o comunicado à imprensa. 

“Uma vez lá, a folha seria inflada e preenchida com rególito marciano (solo) para fornecer proteção contra a radiação galáctica e solar. A casa tem uma elevação envidraçada, com vista para Princes Wharf de Bristol, onde fica a paisagem marciana. No interior, uma hidropônica a sala de estar foi projetada para envolver os ocupantes com plantas para ajudar no relaxamento. Isso poderia alimentar o sistema circular de águas residuais; esses sistemas, como tratamento de resíduos, reciclagem de água e produção de energia, estão atualmente sendo desenvolvidos com a contribuição da Hydrock. “

Especialistas em arquitetura polar estão construindo habitat experimental de Marte
Foto: (reprodução/ internet)

O projeto está previsto para ser concluído em março de 2022 e será aberto ao público em abril. Será acompanhado por um programa público de cinco meses de workshops, eventos e pesquisas.

Para ser claro, porém, este é apenas um exercício para explorar ideias sobre como poderíamos eventualmente viver em Marte, ao invés de algo que a equipe espera que a NASA envie em um foguete.

 E a Hugh Broughton Architects não é a única empresa de arquitetura que explora como podemos manter os humanos na Lua ou em Marte protegidos de ameaças como meteoros e radiação. Exemplos notáveis ​​incluem BIG e Foster + Partners.

Leia Também:Injeções de proteínas nos testículos podem tratar a infertilidade masculina

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: New Atlas

ANÚNCIO