O incidente com um OVNI em Aurora, Texas.

ANÚNCIO

Certa manhã, no início da primavera de 1897, havia vários relatos afirmando que um OVNI havia colidido com um moinho de vento de propriedade de um juiz local na pequena cidade de Aurora, Texas.

Esses relatórios também indicaram que junto com o acidente foi um piloto descrito como sendo “fora deste mundo” que havia morrido no acidente.

ANÚNCIO

A reportagem que apareceu nos jornais locais dizia que luzes no céu foram vistas por todo o país, e estavam indo para o norte.

Algumas testemunhas começaram a acreditar que havia algo de errado com a forma como este OVNI estava voando, devido à sua baixa velocidade de cerca de 16-19 Km/h.

Depois que o OVNI alcançou a parte norte de Aurora, o navio começou a descer lentamente e colidiu com um moinho de vento, espalhando detritos por vários acres de terra.

ANÚNCIO

O piloto do navio teria sido o único membro a bordo e, embora o corpo estivesse gravemente desfigurado, testemunhas disseram que este corpo “não era um habitante deste mundo” e era conhecido como o “piloto marciano”.

Leia também: 26 fatos sobre ônibus espaciais

O corpo encontrado no acidente foi enterrado no cemitério local pelas pessoas que viviam na cidade.

Infelizmente, no dia 14 de junho de 1973, um grupo de pessoas foi ao cemitério e roubou a lápide que tinha uma nave espacial em forma de charuto esculpida nela.

Logo após o ocorrido, foi colocada uma placa na entrada do cemitério marcando o local onde o corpo havia sido enterrado, com a história do ocorrido.

Quer haja ou não alguma verdade nesta história, ela certamente despertou interesse por mais de 100 anos.

Em 1986, decidiu-se pela publicação dessa história em formato de filme, batizada de “O Encontro Aurora”.

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: The Facts Site

ANÚNCIO