Rato gigante ganha prêmio Animal Hero por farejar minas terrestres

ANÚNCIO

Um rato ganhou pela primeira vez o prêmio civil de uma instituição de caridade britânica por bravura animal, recebendo a honra por procurar minas terrestres não detonadas no Camboja.

Magawa, um rato gigante de bolsa africano, foi premiado com a Medalha de Ouro do PDSA por sua “bravura e devoção salvadoras” depois de descobrir 39 minas terrestres e 28 itens de munições não detonadas nos últimos sete anos, de acordo com a instituição de caridade.

ANÚNCIO

Conhecido inicialmente como o Dispensário do Povo para Animais Doentes, o PDSA começou como uma clínica veterinária gratuita em 1917 e homenageia animais heróicos desde 1943.

Magawa foi treinado por uma organização belga que há mais de 20 anos ensina ratos a encontrar minas terrestres. O grupo, APOPO, trabalha com programas no Camboja, Angola, Zimbábue e Moçambique para limpar milhões de minas deixadas para trás por guerras e conflitos.

Magawa é o rato de maior sucesso do grupo, tendo desmatado mais de 141.000 metros quadrados de terreno, o equivalente a cerca de 20 campos de futebol.

ANÚNCIO

O presidente-executivo da APOPO, Christophe Cox, descreveu a medalha de Magawa como uma grande honra “para nossos treinadores de animais.

Mas também é importante para as pessoas no Camboja e para todas as pessoas ao redor do mundo que sofrem com as minas terrestres ”, disse Cox. “O prêmio PDSA Gold Medal traz o problema das minas terrestres para a atenção global.”

Mais de 60 milhões de pessoas em 59 países continuam sendo ameaçadas por minas terrestres e munições não detonadas, de acordo com a APOPO. Em 2018, minas terrestres e outros vestígios de guerra mataram ou feriram 6.897 pessoas, diz o grupo.

Enquanto muitos roedores podem ser treinados para detectar cheiros e trabalhar em tarefas repetitivas para recompensas de alimentos, a APOPO decidiu que ratos gigantes africanos com bolsa eram mais adequados para a remoção de minas terrestres devido às suas origens africanas e vida útil de até oito anos.

Seu tamanho permite que os ratos caminhem pelos campos minados sem disparar os explosivos, e fazem isso muito mais rapidamente do que as pessoas.

A medalha de ouro do PDSA é concedida desde 2002 para reconhecer a bravura e atos de devoção excepcional por animais no serviço civil. É considerado o equivalente animal da Cruz George, uma decoração para o heroísmo.

Antes de Magawa, todos os destinatários eram cães.

O PDSA também concede a Medalha Dickin pelo serviço militar. A medalha foi concedida a 34 cães, 32 pombos, quatro cavalos e um gato desde a sua criação em 1943.

Leia também: População de golfinhos brancos aumentou desde o começo do isolamento social

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante

Fonte: Snopes

ANÚNCIO