Zoológico de Varsóvia começa tratamento anti depressivo para elefantes com CDB

Foto: (reprodução internet)

O aumento da qualidade e da potência do CBD abriu novas avenidas de uso para o produto.

Um dos mais novos usos para o CBD surgiu na Polônia, onde os tratadores do zoológico estão tentando usá-lo para ajudar um elefante deprimido.

Está certo. Os elefantes são animais sensíveis e inteligentes e podem ter reações fortes a mudanças negativas na vida, assim como as pessoas.

ElephantVoices, uma instituição de caridade dedicada a proteger elefantes, diz que os elefantes selvagens podem se tornar atormentados pela dor e deprimidos. Algumas causas observadas incluem rapto do seu ambiente natural, morte de um feto ou na manada.

Parece que os elefantes em cativeiro também não estão imunes à tristeza, já que a morte de um ente querido é o que dá início a esta história.

Em março, a manada de elefantes africanos do zoológico de Varsóvia passou de quatro para três, escreveu a BBC.

Pobre Erna!

Erna, o maior elefante do zoológico e matriarca do rebanho, faleceu. Os elefantes africanos costumam viver de 40 a 60 anos, mas Erna tinha apenas 35 anos quando morreu.

A morte do líder do rebanho afetou todos os outros elefantes. Mas um jovem elefante conhecido como Fredzia sofreu muito com a perda.

De acordo com os tratadores, eles notaram uma mudança quase imediata no comportamento de Fredzia.

Fredzia reagiu estranhamente ao ver o corpo de Erna. Ela estava muito animada. Mas você pode ver que ela também estava de luto, na verdade, ela também estava deprimida ”, disse a chefe do Departamento de Reabilitação Animal do Zoológico de Varsóvia, Dra. Agniezska Czujowska.

Fredzia começou a ter problemas para estabelecer uma nova conexão com outra elefanta, Buba. De acordo com o zoológico, pode levar anos para um rebanho se recuperar com um novo senso de unidade após a morte de um ancião.

Esta é uma grande virada de jogo em todos os grupos de elefantes. Os elefantes podem ter problemas de comportamento quando a estrutura de um grupo muda ”, explicou Czujowska.

Este é o experimento

Embora a experiência tenha sido angustiante para Fredzia, e sem dúvida para seus tratadores, ela deu ao zoológico uma oportunidade científica. Os animais do zoológico geralmente são propensos à ansiedade, e o Zoológico de Varsóvia estava procurando novos tratamentos para ajudá-los.

O óleo CBD era uma potencia experimental de cura. De acordo com a BBC, Fredzia foi escolhida para ser a cobaia porque estava passando por estresse e também porque os elefantes são “relativamente fáceis de monitorar”.

Imagino por que. Talvez seja o tamanho enorme?

A primeira etapa do experimento já foi concluída. Envolveu cientistas que coletaram um material da elefante para medir seu nível de cortisol, um dos principais hormônios do estresse.

Mais precisamente, os materiais coletados incluíram fezes, saliva e sangue. Esta é a profissão que os tratadores escolheram.

Estamos planejando dar a eles o CBD e medir o cortisol novamente. Este é o experimento. Então sabemos com certeza se o CBD está funcionando ou não ”, disse Czujowska.

Tal como acontece com o CBD comercializado para uso humano, o óleo não deixará os elefantes animados. Na verdade, Czujowska não espera que haja quaisquer efeitos colaterais mencionáveis.

“Não é muito potente. O único efeito colateral serão algumas mudanças comportamentais. Teremos que administrar isso para alcançar os resultados que queremos ”, disse ela.

A droga será administrada a elefante como gotas ou misturada à comida. De acordo com Czujowska, o Zoológico de Varsóvia é o primeiro lugar no mundo a tentar o tratamento do estresse em elefantes com CBD.

Esperamos que Fredzia consiga pelo menos alguma ajuda do óleo.

Leia também: Médicos retiram cobra de 120 cm da garganta de uma russa

Então, o que é toda essa coisa do CBD?

CBD, abreviação de canabidiol,  é uma molécula de canabinóide, produzida apenas por plantas da família da cannabis, diz LiveScience. Sim, é a mesma planta usada como tabaco maluco.

Uma diferença importante, porém, é que o CBD tem muito pouco ou nada de tetrahidrocanabinol, ou THC. É isso que deixa você chapado.

Isso significa que, mesmo que você beba uma garrafa inteira de óleo CBD de uma vez, não se sentirá mais estranho. Bem, você pode vomitar, mas é isso.

Temos receptores canabinoides especiais em nossos cérebros que se ligam especificamente a, você adivinhou, canabinoides. A assimilação de canabinóides por meio desses receptores pode ter uma variedade de influências, uma das quais é o famoso barato.

Algumas pesquisas descobriram que o CBD pode ajudar a reduzir a ansiedade nas pessoas, enquanto outros estudos descobriram que ele tem efeitos antipsicóticos em pacientes com esquizofrenia. Ele também foi usado em ensaios para tratar epilepsia e artrite, entre outras coisas.

LiveScience observa que ainda alguns outros estudos descobriram que o CBD não teve melhor efeito do que um placebo.

O resultado final parece, porém, que o CBD pode ajudar a acalmar os nervos. Só por isso, provavelmente vale a pena pesquisar, mesmo em elefantes.

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: Oddee