Aldeia de Chhattisgarh realiza funeral para crocodilo

ANÚNCIO

Em sua dose de notícias bizarras do dia, cerca de 500 pessoas em um pequeno vilarejo em Chhattisgarh participaram recentemente dos últimos rituais de sua amado, espere por isso, crocodilo.

Conhecido como Gangaram, o réptil de três metros de comprimento tinha cerca de 130 anos e foi enterrado na aldeia após a realização de seus últimos rituais.

ANÚNCIO

O incidente ocorreu em Bawamohatra, uma vila no distrito de Bemetra de Chhattisgarh, onde as pessoas se reuniram perto do lago da comunidade e começaram a chorar ao ver que o crocodilo havia morrido.

De acordo com um diário, a autópsia do réptil era feita na frente de todos os moradores.

O crocodilo morreu de causas naturais e foi levado para o funeral em um trator decorado com flores e guirlandas.

ANÚNCIO

Uma fonte da aldeia até elogiou o réptil por ser amigável e disse: “Até as crianças da aldeia podiam nadar ao redor dele e Gangaram nunca fez mal ou atacou ninguém. Gangaram não era um crocodilo, mas um amigo e uma criatura divina para nós que foi adorado nesta aldeia. ”

Parece que os aldeões estavam emocionalmente ligados ao réptil e ficaram com o coração partido após sua morte.

Na verdade, os moradores agora desejam construir uma estátua de Gangaram perto da lagoa para lembrar seu amigo, que deu à aldeia um novo nome Magarmachha vala gaaon ’.

Pode ser bizarro, mas é um exemplo clássico de como humanos e animais podem coexistir sem ferir uns aos outros.

Leia Também: Veja por que a Apple diz que está deixando iPhones mais lentos

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: India Today

ANÚNCIO