Alegria como rinoceronte bebê raro nascido no Zoológico de Chester

ANÚNCIO

A fêmea deu à luz com segurança pela nova mãe Ema Elsa após uma gravidez de 15 meses.

O parto foi capturado pelas câmeras CCTV do zoológico e mostra a pequena de pé e mamando na mãe apenas 10 minutos depois.

ANÚNCIO

Agora, o zoológico lançou uma enquete em sua página do Facebook, convidando o público a ajudar a nomear o precioso recém-chegado. Os Guardiões listaram os nomes Kasulu (uma cidade na Tanzânia), Koshi (que significa “tentar”) e Kaari (que significa “jovem / filha jovem”) para os eleitores escolherem.

Alegria como rinoceronte bebê raro nascido no Zoológico de Chester
Foto: (reprodução/ internet)

Andrew McKenzie, gerente da equipe de rinocerontes no zoológico, disse:

O nascimento de um rinoceronte negro oriental em perigo crítico é sempre muito especial. E ser capaz de assistir na câmera enquanto um bezerro nasce é um privilégio incrível – com números de rinoceronte tão baixos, infelizmente, não é algo que é capturado com muita frequência. Vendo a pequena então se levantar com um leve empurrão de mamãe; dar os primeiros passos provisórios e sugar pela primeira vez é a cereja do bolo. É realmente algo comovente.”

ANÚNCIO

Todo o time aqui está radiante. Mamãe e bezerro têm se unido maravilhosamente bem e têm nos mostrado todos os sinais certos. Esses rinocerontes foram empurrados para o limite da existência e cada adição ao programa europeu de reprodução de espécies ameaçadas de extinção é celebrada globalmente. Infelizmente, não é exagero dizer que é inteiramente possível que possamos perdê-los para sempre dentro de nossa vida e os zoológicos mais progressistas do mundo fazem parte da luta para prevenir sua extinção.”

O rinoceronte negro oriental é listado pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como criticamente ameaçado. Na natureza, eles agora são encontrados apenas no Quênia, Tanzânia e Ruanda.

Especialistas dizem que o comércio ilegal de vários bilhões de libras de animais selvagens está levando a espécie à extinção – o aumento na demanda por chifres de rinoceronte proveniente do mercado de medicamentos asiático.

Alegria como rinoceronte bebê raro nascido no Zoológico de Chester
Foto: (reprodução/ internet)

Andrew adicionou:

“A curto prazo, Ema Elsa e seu novo bebê ajudarão a destacar a posição perigosa em que esta espécie se encontra e esperamos que incentivem mais pessoas a se juntarem à luta para evitar a extinção desses gentis gigantes. No futuro, enquanto trabalhamos para garantir áreas mais seguras, esperamos que Ema e seus filhos, como outros antes deles nascidos no programa de reprodução europeu, possam um dia fazer a viagem de volta à África ”.

Cientistas conservacionistas do Chester Zoo, trabalhando no único laboratório endócrino animal baseado em zoológico do Reino Unido, desenvolveram uma técnica para rastrear os ciclos de estro do rinoceronte negro por meio de análise hormonal de seu esterco – ajudando os tratadores a decidir quando melhor apresentar fêmeas a um parceiro para ajudar otimizar as chances de um resultado de acasalamento bem-sucedido e, subsequentemente, confirmar e rastrear uma gravidez. 

Alegria como rinoceronte bebê raro nascido no Zoológico de Chester
Foto: (reprodução/ internet)

Este método agora está sendo usado no Quênia, onde guardas florestais e veterinários, usando um laboratório de campo montado com a ajuda de especialistas de Chester, estão implantando a técnica para monitorar populações de rinocerontes selvagens.

Além da criação de rinocerontes, o Chester Zoo tem, por muitos anos, também apoiado esforços de conservação para proteger os rinocerontes negros orientais na África e continua a financiar e fornecer experiência para vários santuários, parceiros e reservas de vida selvagem e para treinar guarda-parques anti-caça furtiva.

Leia Também:Conheça NARWHAL, O Cachorro “Unicórnio”

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: Zoo Borns

ANÚNCIO