Estudo: Viagem no tempo sem paradoxos é possível … na teoria

ANÚNCIO

Cobrimos nosso quinhão de pesquisas e opiniões de alto escalão sobre tópicos que abordam a ficção científica, desde a possibilidade da existência de OVNIs até robôs ajudando idosos a combater a depressão. Esta, porém, pode ser a história mais exuberante de todas.

A viagem no tempo é um dos tropos favoritos da ficção científica de todos os tempos. A capacidade de corrigir os erros do passado ou ver as maravilhas do futuro inspirou centenas de romances, filmes, programas de TV e sabe-se lá o que mais.

ANÚNCIO

Na mídia, porém, a viagem no tempo – especialmente o tipo que vai para o passado – geralmente vem com uma advertência importante. O tempo é uma construção delicada e você absolutamente, positivamente, não deve fazer nada para interromper seu fluxo.

Você conhece o conceito. É por isso que Marty McFly teve que se certificar de que seus pais acabariam namorando na escola – caso contrário, ele mesmo nunca nasceria.

15 things you probably didn't know about 'Back to the Future'
Foto: (reprodução/ internet)

Mas agora, um novo estudo realizado por cientistas da Universidade de Queensland, Austrália, postula que não apenas a viagem no tempo é teoricamente possível, como também pode ser livre de paradoxos.

ANÚNCIO

Publicado na revista Classical and Quantum Gravity, o estudo afirma que o universo é teimoso sobre como as coisas aconteceram. Não importa o que um viajante do tempo faria, os eventos iriam contorná-lo e se desenrolar da maneira que o fizeram historicamente.

Uau, isso é … Isso é meio desanimador. Isso significa que tudo o que fazemos é completamente predeterminado pelo cosmos?

Vamos continuar com a história antes de entrarmos em uma crise existencial.

Bases teóricas

O autor principal do estudo, Germain Tobar, um Bacharel em Ciências Avançadas (com honras) do quarto ano, decidiu resolver uma questão com sua pesquisa.

Eu me perguntei:‘ A viagem no tempo é matematicamente possível? ’”, Disse Tobar em um comunicado.

Existem alguns problemas de alta matemática quando se trata de viagem no tempo, de acordo com Tobar. Esses problemas são baseados em teorias predominantes que a física tem sobre o nosso universo – dinâmica clássica e a famosa teoria da relatividade de Einstein.

A dinâmica clássica diz que se você conhece o estado de um sistema em um determinado momento, isso pode nos contar toda a história do sistema”, explica Tobar.

Por exemplo, se eu souber a posição atual e a velocidade de um objeto que cai sob a força da gravidade, posso calcular onde ele estará a qualquer momento.”

Até agora, isso soa como algo bem básico, não é? Não que esse autor fosse capaz de fazer isso, mas todos nós, pelo menos, tentamos resolver esse tipo de problema nas aulas de física e matemática do ensino médio.

A teoria da dinâmica clássica também é a base para muitas aplicações práticas do mundo real. É usado para modelar o fluxo de fluidos em sistemas e entra em ação quando estamos lançando foguetes no espaço, entre outras coisas.

E então há a teoria da relatividade de Einstein, que inclui a fórmula bem conhecida E = mc2 em relação à equivalência massa-energia. Esta teoria não funciona muito bem com a dinâmica clássica porque … Uh, algumas razões complexas.

A teoria da relatividade geral de Einstein prevê a existência de loops de tempo ou viagens no tempo – onde um evento pode estar tanto no passado quanto no futuro de si mesmo – teoricamente virando o estudo da dinâmica de ponta-cabeça”, diz Tobar.

Ele acrescenta que uma teoria unificada que reunisse a dinâmica clássica e a teoria da relatividade seria “o Santo Graal da física”.

Problemas paradoxais

Mas não se trata apenas da matemática, onde a ideia de viagem no tempo se complica. Também temos que considerar … O Paradoxo!

Basicamente, um paradoxo é o que acontece quando você vai mudar algo no passado. No entanto, mudar isso removeria o motivo pelo qual você voltou no tempo.

“Digamos que você tenha viajado no tempo, em uma tentativa de impedir que o paciente zero do COVID-19 seja exposto ao vírus”, diz Tobar, usando a pandemia em curso como exemplo.

No entanto, se você impedisse esse indivíduo de ser infectado, isso eliminaria a motivação para você voltar e parar a pandemia em primeiro lugar.

A possibilidade de paradoxos no tempo é uma falha lógica que alguns físicos dizem que prova que viajar no tempo é impossível. Outros dizem que você pode ser capaz de voltar ao passado, mas você não seria capaz de fazer nada que pudesse causar um paradoxo no futuro.

O tempo se corrige

A pesquisa de Tobar, no entanto, está agora mostrando que a viagem no tempo livre de paradoxos está dentro do reino da possibilidade pelo menos teórica.

A matemática confere – e os resultados são matéria de ficção científica”, diz Costa. Ele observa ainda que seus cálculos podem ter “consequências fascinantes para a ciência”.

De acordo com Tobar, o trabalho que ele realizou mostra que os eventos se ajustariam para serem “logicamente consistentes” com qualquer ação que um viajante do tempo fizesse, evitando a ocorrência de paradoxos.

No exemplo do paciente zero com coronavírus, você pode tentar impedir que o paciente zero seja infectado, mas, ao fazer isso, você pegaria o vírus e se tornaria o paciente zero, ou outra pessoa o faria”, explicou Tobar.

Não importa o que você fizesse, os eventos importantes seriam apenas recalibrados ao seu redor. Isso significaria que – independentemente das suas ações – a pandemia ocorreria, dando ao seu eu mais jovem a motivação para voltar atrás e detê-la.

Em essência, isso significa que viajar no tempo com livre arbítrio é logicamente possível. Pelo menos os números que Tobar analisou parecem apontar nessa direção.

Mas se os eventos acontecerão de uma maneira predeterminada, isso significa que temos livre arbítrio? Ou estamos apenas à deriva em um universo amoral e indiferente, sem qualquer chance de afetar o resultado de nossas vidas?

Com licença, é hora dessa crise existencial agora.

Leia também: Cientistas descobrem quatro novas espécies de tubarões que são capazes de andar

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: Oddee

ANÚNCIO