Fatos sobre a evolução dos esportes: os gregos, os romanos e nós

ANÚNCIO

Na Roma Antiga, o esporte era popular e difundido, emocionante e divertido.

O conceito romano de esporte era completamente diferente daquele de seus vizinhos gregos e de seus Jogos Olímpicos.

ANÚNCIO

O esporte para os romanos era um meio espetacular de entretenimento sangrento, ao contrário dos atenienses, onde era visto de uma forma mais espiritual.

Visava a elevação moral e a glória dos próprios atletas.

Os eventos esportivos na Grécia antiga eram principalmente competições sem derramamento de sangue. Os atenienses viam o esporte físico como um meio de buscar uma fusão ideal entre a beleza externa e a nobreza da mente.

ANÚNCIO

O domínio romano

Como resultado da influência romana, a sacralidade dos esportes, uma característica comum da atividade ginástica na Grécia, foi gradualmente substituída por um show divertido e o desejo por uma emoção sangrenta.

Embora os esportes praticados em Roma também incluíssem os das consagradas Olimpíadas Gregas, os únicos esportes que ganharam popularidade unânime foram os mais violentos, como o boxe e a luta livre.

Particularmente apreciado pelos romanos era o Pankration, um esporte de combate de origem grega que consistia em uma mistura de luta livre e boxe.

Introduzido formalmente nos Jogos Olímpicos gregos em 648 DC, o Pankration era um esporte de combate total no qual todas as técnicas eram permitidas, exceto morder e arrancar os olhos, que era severamente punível com chicotadas.

Na Roma Antiga, o amor pela competição esportiva violenta pode ser facilmente percebido na imensa popularidade dos gladiadores.

Essa popularidade pode ser vista em muitos anfiteatros grandes ao redor do mundo, incluindo a Itália, o resto da Europa e até mesmo o Oriente Médio e a África.

Leia também: Lista de `coisas para fazer` de Da Vinci mostra que ele tinha muitas coisas na cabeça

Uma influência ateniense em Roma

Antes da Grécia ser conquistada por Roma em 186 DC, o general romano Marco Fulvio Nobilior introduziu os jogos de ginástica gregos em Roma.

Em confronto com a sociedade romana, isso era visto como imoral, pois os romanos não toleravam a nudez dos atletas e, acima de tudo, porque esses jogos eram vazios de qualquer treinamento militar significativo.

O Senado não apreciava o esporte grego e se opôs profundamente aos imperadores Calígula e Nerone, que eram fascinados pela civilização grega e que participavam pessoalmente dos jogos.

O poder influente do esporte: antes e agora

A representação dos ídolos do esporte da Antiguidade mudou, afetando a popularidade de certos esportes e as preferências do povo.

Um herói grego, retratado como um atleta harmonioso, foi substituído em Roma por uma figura completamente diferente, mais violenta e certamente menos graciosa.

Os mosaicos das Termas de Caracalla (agora preservados nos Museus do Vaticano) retratam atletas romanos em uma pose vulgar, porém masculina, muito diferente das estátuas elegantemente retratadas da Grécia clássica.

Avançando para os tempos atuais, os ídolos do esporte de hoje são retratados em todos os lugares.

Os atletas monetizam e lucram com seu poder de influência, pois são usados ​​para comunicar mensagens ao público.

Os atletas têm uma vantagem significativa porque são um dos poucos grupos de pessoas com maior potencial para atrair a atenção do consumidor em massa e influenciar as decisões.

Os ícones esportivos podem ser utilizados em vários canais de marketing de influenciadores, incluindo marketing de afiliados, publicidade em televisão e revistas e patrocínios.

As pessoas do outro lado estão claramente curtindo a emoção de assistir e apostar em diferentes modalidades esportivas.

Se você reservar um tempo para encontrar os sites de apostas mais populares online, por exemplo, verá como as apostas populares e aprimoradas se tornaram ao longo do tempo.

Alguns desportos populares hoje em dia para fazer apostas, como as corridas de cavalos, datam da época dos Antigos Romanos.

Os esportes que comumente praticamos com os antigos romanos hoje incluem:

Corrida
Disco
Dardo
Arremesso de peso
Corrida de cavalo
Os romanos tinham várias formas de jogar bola, semelhantes ao handebol.

Jogos de dados, jogos de tabuleiro e jogos de mesa eram jogos populares em que as mulheres eram proibidas de jogar.

Naquela época, as corridas de cavalos consistiam em corridas de bigas, que aconteciam em grandes edifícios com uma planta retangular, com as laterais curvas no hemiciclo.

A corrida terminou depois que cada competidor deu sete voltas e cruzou a linha.

O poder influente dos esportes se espalhou por civilização após civilização.

Dos gregos, a emoção das apostas divertidas, dados e jogos de mesa simples se espalhou para a Roma antiga, onde foi aceita e legalizada.

Os romanos apostariam nos jogos de gladiadores e, mesmo quando esse antigo evento esportivo finalmente chegou ao fim, o jogo sobreviveu e continuou a se espalhar para outros reinos.

Na época medieval, continuou a existir e a crescer à medida que novos eventos desportivos foram apresentados ao mundo.

Até hoje, onde está ligada à indústria de hipismo.

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante

Fonte: The Facts Site 

ANÚNCIO