Será que você tem dado o credito devido ao seu fígado?

ANÚNCIO

Se eu pedisse para você nomear um órgão em seu corpo, qual seria o primeiro a surgir em sua cabeça?

Possivelmente o coração bombeando sangue incessantemente em torno de nossos corpos e como um símbolo de amor em todo o mundo? Ou talvez os pulmões, permitindo-nos respirar um ar fresco maravilhoso quando saímos de nossa porta da frente?

ANÚNCIO

Mas provavelmente não o pobre fígado. Já é tempo de mostrarmos um pouco de apreço pelo herói anônimo do corpo humano com esta lista de fatos fascinantes!

#1 O fígado é um grande órgão!

Adivinhe o tamanho do seu fígado. Se você está pensando no tamanho de uma bola de golfe ou no tamanho de uma toranja, você está incorreto!

Em um homem adulto, é na verdade do tamanho de uma bola de futebol.

ANÚNCIO

Localizado logo abaixo das costelas, no lado direito do corpo, o fígado pesa 1,5 kg em média, sendo o segundo maior órgão depois da pele.

É em forma de cunha, formado por quatro lóbulos, de cor marrom-avermelhada e tem uma textura “borrachenta” ao toque.

Em qualquer ponto, o fígado contém 10% de todo o sangue do seu corpo e o filtra a uma taxa de cerca de 1,4 litros por minuto.

O fígado é um multitarefa sério, desempenhando mais de 500 funções diferentes.

Você já se perguntou como a comida que comemos nos dá energia? Adivinha! Nosso velho amigo, o fígado, tem um papel importante nisso!

Os carboidratos que comemos, encontrados em alimentos como pão e batata, são decompostos em glicose pelo fígado e também são armazenados aqui como glicogênio.

Em uma emergência de glicose é  o fígado que tem a capacidade de converter seu estoque de glicogênio em glicose pronta para usarmos.

Desempenha um papel fundamental no combate às infecções e atua como um filtro para remover toxinas como o álcool do sangue

O fígado contém mais da metade dos macrófagos do corpo, glóbulos brancos que funcionam destruindo qualquer bactéria ou outros corpos estranhos hostis em nosso sangue que podem nos fazer mal.

Também se decompõe e remove células velhas do corpo, produz as proteínas para a coagulação do sangue e armazena várias vitaminas e minerais.

Ao contrário de muitos outros órgãos do nosso corpo, como o coração, os pulmões e os rins, os cientistas ainda não foram capazes de projetar uma máquina que possa realizar artificialmente todas as funções do fígado.

Portanto, cuide dos seus filhos fígados!

A bile é produzida e secretada pelo fígado.

Você conhece aquele líquido amarelo-acastanhado que surge quando você tem uma doença no estômago ou uma ressaca particularmente desagradável?

Essa substância é a bile, e até um litro dela é produzido por um fígado humano adulto todos os dias.

Embora não seja um líquido particularmente agradável de lidar fora do corpo, ele tem um papel muito importante dentro do corpo na decomposição e absorção de gorduras.

Depois de comer, a bile que se formou no fígado e coletada em pequenos dutos passa para o ducto biliar principal e, em seguida, é descarregada no duodeno do intestino delgado.

Ele age emulsificando quaisquer moléculas de gordura, impedindo-as de se reagruparem em grandes aglomerados de gordura.

A dispersão das moléculas de gordura devido a esta emulsificação também fornece uma área de superfície aumentada para uma absorção mais rápida pelo intestino.

O fígado leva uma vida dupla; é um órgão e uma glândula!

As glândulas são um grupo de células com a função especializada de produzir e liberar substâncias que desempenham uma função específica no corpo.

A produção de bile se enquadra muito nesta categoria, tecnicamente tornando o fígado uma glândula, além de um órgão!

O fígado é o melhor amigo do cérebro.

Você pode estar se perguntando: qual é o problema com a glicose?

Bem, é a principal fonte de energia para as células do nosso cérebro, e sem ela nosso cérebro iria parar de funcionar corretamente e, eventualmente, morrer.

Então, em tempos em que temos falta de glicose em nossos sistemas, por exemplo, entre as refeições ou durante os períodos de exercícios, é uma coisa muito boa que nossos fígados convertam algumas de suas reservas para nós!

Sem um fígado saudável e funcional para filtrar nosso sangue, também poderíamos desenvolver uma doença cerebral chamada encefalopatia hepática, que é onde as toxinas da corrente sanguínea entram no cérebro.

Essa condição pode causar uma série de sintomas desagradáveis, como convulsões, fala arrastada, confusão e esquecimento e, possivelmente, até coma.

Alguns medicamentos seriam inúteis ou totalmente tóxicos sem o fígado para processá-los.

Você pode se surpreender ao saber que, sem o fígado, aquele analgésico que você acabou de tomar para aquela forte dor de cabeça não teria efeito.

Muitos medicamentos são administrados em uma forma inativa e devem ser convertidos ou “metabolizados” pelo organismo em sua forma terapêutica ativa.

Alguns medicamentos são extremamente prejudiciais aos tecidos do corpo, como os quimioterápicos, e devem ser prescritos em doses perfeitamente equilibradas.

Você precisa de medicamentos suficientes para que o fígado não os remova do sangue antes de terem seu efeito ativo, mas não tanto que o fígado não consiga removê-los com rapidez desejada, e então essa droga passa a fazer mais mal do que bem!

Leia também: Você não vai acreditar qual é a real função dos suspiros!

O fígado é o Wolverine dos órgãos.

Talvez a característica pela qual o fígado seja mais famoso seja sua capacidade semelhante à de um super-herói de se regenerar.

O fígado pode crescer completamente a partir de apenas 25% de si mesmo em questão de semanas.

Esta é o motivo pelo qual os doadores de fígado conseguem doar mais da metade de seus fígados e consiguirerem se recuperar completamente.

Experimentos foram realizados em camundongos para tentar determinar o porquê disso, e acredita-se que seja devido à presença de uma quantidade maior do que a média da enzima “telomerase”.

A telomerase é responsável pela produção de “telômeros”, cadeias de DNA que ficam na extremidade dos cromossomos para protegê-los de danos, mas encurtam no processo de replicação celular.

Depois de muitas replicações celulares, os telômeros eventualmente desaparecem e as pontas do material genético codificador real tornam-se vulneráveis, causando as mudanças físicas que você vê à medida que envelhece.

Porém, como algumas células do fígado possuem maior nível de telomerase, elas podem manter seus telômeros por mais tempo, protegendo os cromossomos e, assim, permitindo mais replicações celulares, proporcionando esse efeito regenerativo.

Os antigos gregos eram fascinados pelo fígado.

Há evidências que sugerem que os gregos estavam cientes das propriedades regenerativas do fígado, mesmo sem a tecnologia moderna de hoje.

Na mitologia grega, Zeus pune o titã Prometeu por roubar o fogo e dá-lo à humanidade.

Então ele o amarra a uma pedra e envia uma águia todos os dias para comer seu fígado, que então crescerá e poderá ser comido novamente no dia seguinte e continuamente.

Os gregos antigos acreditavam que o fígado era o núcleo da emoção humana, e ainda hoje usamos o termo grego para “hepar” de fígado na terminologia médica.

“Hepatite” é a inflamação do fígado, já o termo “hepático” refere-se a qualquer coisa relacionada ao fígado.

Por exemplo, a “veia porta hepática” é o vaso que transporta sangue do trato gastrointestinal para o fígado.

É justo dizer que definitivamente não temos dado ao fígado o crédito que ele merece.

Mantenha o seu fígado feliz levando um estilo de vida saudável, incluindo uma dieta balanceada e exercícios regulares , mesmo que ele possa crescer novamente, ele merece ser cuidado!

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: The Facts Site

ANÚNCIO