50 anos atrás, os cientistas nomearam o campo magnético da Terra como um suspeito de extinção

ANÚNCIO

O campo magnético da Terra frequentemente se inverte em intervalos de 1 milhão a 100 milhões de anos. 

Alguns cientistas agora suspeitam que essas reversões podem ter tido efeitos drásticos sobre a vida terrestre.… Durante os últimos 2,5 milhões de anos, oito espécies de animais marinhos de uma célula chamados Radiolaria foram extintas. 

ANÚNCIO

Seis dessas extinções ocorreram simultaneamente em toda a sua extensão geográfica, imediatamente após reversões magnéticas.

Atualizar

O campo magnético da Terra protege o planeta da radiação cósmica e solar, mas esse campo pode enfraquecer durante as inversões dos pólos. Essas reversões podem prejudicar mais do que espécies selecionadas, talvez desempenhando um papel em algumas extinções em massa. 

A evidência direta iludiu os pesquisadores, mas há exemplos sugestivos. Em 2016, os cientistas relacionaram uma extinção em massa da vida marinha há 550 milhões de anos com reversões que enfraqueceram o campo magnético. O aumento da radiação resultante pode ter levado à morte de muitos organismos de águas rasas, especulou a equipe.

ANÚNCIO

Leia Também:Conheça NARWHAL, O Cachorro “Unicórnio”

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: Science News 

ANÚNCIO