Você conhece o Galápagos Tortoise?

ANÚNCIO

É possível, embora talvez improvável, que entre as tartarugas gigantes restantes das Ilhas Galápagos, exista um antigo filhote que era um filhote na época da famosa visita de Charles Darwin em 1835. As tartarugas gigantes são os mais longevos de todos os vertebrados , com média de mais de 100 anos. 

O mais velho registrado viveu até os 152 anos.

ANÚNCIO

Tamanho

Eles também são as maiores tartarugas do mundo, com alguns exemplares com mais de1,5 metros de comprimento e chegando a 250 Kg.

Ameaças de sobrevivência

Provavelmente há apenas 10 tipos de tartarugas gigantes restantes nas Galápagos, contra 15 quando Darwin chegou. Caçados como alimento por piratas, baleeiros e mercadores durante os séculos 17, 18 e 19, estima-se que mais de 100.000 tartarugas foram mortas. 

Espécies não nativas, como porcos selvagens, cães, gatos, ratos, cabras e gado, são uma ameaça contínua ao seu suprimento de alimentos e ovos.

ANÚNCIO
Você conhece o Galápagos Tortoise?
Foto: (reprodução/ internet)

Muitas das subespécies de tartarugas estão agora listadas como em perigo ou criticamente em perigo e têm sido estritamente protegidas pelo governo equatoriano desde 1970. Os esforços de reprodução em cativeiro pela Estação de Pesquisa Charles Darwin também estão tendo efeitos positivos.

Comportamento

As tartarugas de Galápagos levam uma vida descomplicada, pastando na grama, folhas e cactos, tomando sol e cochilando quase 16 horas por dia. Um metabolismo lento e grandes reservas internas de água significam que podem sobreviver até um ano sem comer ou beber.

Os marinheiros espanhóis que descobriram o arquipélago em 1535, na verdade o chamaram em homenagem às abundantes tartarugas; a palavra espanhola para tartaruga é galápago.

Leia Também: As algas que inundam o Oceano Atlântico

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: National Geographics

ANÚNCIO