Você já ouviu falar do Telefone do Vento?

ANÚNCIO

QUANDO ITARU SASAKI PERDEU SEU primo em 2010, ele decidiu construir uma cabine telefônica com painéis de vidro em seu jardim no topo da colina com um telefone rotativo desconectado para se comunicar com seu parente perdido, para ajudá-lo a lidar com sua dor.

Apenas um ano depois, o Japão enfrentou os horrores de um desastre triplo: um terremoto seguido por um tsunami, que causou um derretimento nuclear. A cidade costeira de Otsuchi, cidade natal de Sasaki, foi atingida por ondas de 9 metros. Dez por cento da cidade morreu na enchente.

ANÚNCIO

Sasaki abriu seu kaze no denwa ou “telefone do vento” para o agora grande número de pessoas na comunidade lamentando a perda de entes queridos. Eventualmente, a notícia se espalhou e outros sofrendo fizeram a peregrinação de todo o país. Acredita-se que 10.000 visitantes viajaram até o topo desta colina fora de Otsuchi três anos após o desastre.

O telefone é, obviamente, uma comunicação unilateral. Os visitantes discam o número de seus parentes e os colocam em dia sobre sua vida atual ou expressam os sentimentos necessários para seguir em frente. Alguns encontram conforto na esperança de que seus parentes os ouçam. Enquanto os residentes de Otsuchi enfrentavam o lento progresso da reconstrução de sua cidade, esta pequena cabine telefônica também ajuda a reconstruir lentamente suas próprias vidas.

ANÚNCIO
Você já ouviu falar do Telefone do Vento?
Foto: (reprodução internet)

Saiba antes de ir

Otsuchi pode ser alcançado de Tóquio por trem de alta velocidade. Pegue o trem para a estação Otsuchi (Otsucki). Também pode ser acessado por um passeio de carro que leva cerca de 7 horas pela via expressa Tohoku. A cabine telefônica fica fora da cidade, ao norte de Dai Chiwari 11, mas não tão ao norte quanto Dai Chiwari 12. É o lado terrestre da linha ferroviária. Use as coordenadas publicadas se você tiver GPS.

Leia também: Sudoeste da Louisiana é obrigado passar por um novo isolamento social, dessa vez por culpa de uma nuvem de mosquitos

Traduzido e editado por equipe Isto é Interessante 

Fonte: Smithsonian Magazine 

ANÚNCIO